© 2020 Metta Instrutoria e Consultoria

Buscar

Análise de Ganhos e Perdas

Você já deve ter passado por situações relacionadas a novas propostas, novos projetos, um novo emprego, uma viagem... e imagino que você possa ter ficado em dúvida sobre tomar a decisão correta, não é mesmo?


Então, me conta, como você avaliou essa oportunidade, como você avaliou se valeria a pena ou não? Chegou a pensar sobre isso ou decidiu na "porralouquisse"?




Se foi meio sem pensar... eu entendo, já fiz isso várias vezes e em várias vezes eu perdi não só tempo e dinheiro, mas também tive desgaste físico, mental e emocional... e isso não é legal!!


Normalmente, quando nos convidam para participar de um curso, pensamos se ainda temos paciência e saco para ir novamente a um novo curso. Mas foi exatamente num curso sem nenhum grande atrativo, que eu conheci e aprendi sobre a Análise de Ganhos e Perdas, e é sobre essa ferramenta, super simples, mas profundamente poderosa, que eu resolvi escrever algumas linhas.


A Análise de Ganhos e Perdas é uma ferramenta muito usada nos processos de coaching e é recomendada para as sessões em que haja a necessidade de tomada de decisão pelo coachee (quem recebe o coaching) sobre algum caso específico.


No fundo, todas as escolhas que fazemos em nossas vidas sempre nos trazem perdas e ganhos e, como tal, sempre nos agrega algo ou nos tira algo durante o processo. Para muitas pessoas, compreender este processo ainda é difícil, porque no fundo, queremos sempre ganhar e não ter que perder algo. De qualquer forma, dependendo de como se vê cada situação, muitas perdas podem significar até mesmo grandes livramentos em sua vida.

Não sou Coaching, mas uso essa ferramenta em vários momentos da minha vida, seja na empresa ou aqui, dentro de casa com minha família, e neste artigo pretendo te dar uma breve introdução de como funciona a aplicação desta análise poderosa...


A análise de perdas e ganhos é muito simples e direta. Seu objetivo é deixar claro quais são os prós e contras ao se tomar uma determinada decisão, continuar com determinado projeto e quais são os benefícios, ao se tomar uma decisão quanto a um projeto, um novo emprego... enfim, sobre sua forma de ser, pensar, sentir e agir.


Para fazer a Análise de Ganhos e Perdas, precisamos primeiro definir um problema a ser resolvido. Algo que dependa da nossa tomada de decisão como a troca de emprego, uma viagem, a escolha por um novo modelo de processo dentro da empresa... enfim... algo que realmente precisa da nossa escolha.


Comece definindo claramente qual é esse problema...


A Análise de Ganhos e Perdas é composta de quatro quadrantes, ou duas linhas e duas colunas. Na primeira coluna você define o que você GANHA e na segunda o que você PERDE. Na primeira linha você escreve "Se for resolvido", pensando no problema definido e na segunda linha você escreve "Se NÃO for resolvido".


Assim, no primeiro quadrante, referente a coluna GANHA e a linha "Se for resolvido", escreva, sinceramente, o que você ganha se o problema for resolvido. Pode ser um propósito, um desejo, um projeto, uma mudança de vida... Responda buscando levantar os fatos motivadores, as coisas que te darão prazer ao conseguir realizar o que é desejado.


No segundo quadrante, referente a coluna PERDE e a linha "Se for resolvido", escreva, sempre sinceramente, o que você perde se o problema for resolvido. Procure situações reais em sua vida que você pode perder ao alcançar seu objetivo. Estas respostas tem uma importância muito grande para que possa descobrir e avaliar quais fatos, situações ou elementos podem atrapalhar seu sucesso.


Já no terceiro quadrante, referente a coluna GANHA e a linha "Se NÃO for resolvido", escreva o que você ganha se o problema não for resolvido. Levante todos os benefícios de não alcançar o resultado esperado.


Aqui você precisa identificar situações, fatos ou elementos que te dão prazer, mas que podem interferir de maneira negativa no seu sucesso. Estes itens são considerados sabotadores, e podem oferecer uma grande resistência em todo o processo.


Por fim, no quarto quadrante, referente a coluna PERDE e a linha "Se NÃO for resolvido", escreva o que você perde se o problema não for resolvido. As vezes a dor pode ser um motivador muito forte, e é isto que precisa ser validado neste quadrante. Quando precisamos de uma motivação para seguir, é comum buscarmos isso na dor ou no problema que isso nos trará. Pensar no que perdemos quando não alcançamos nossos objetivos, traz para dentro um sentimento de angustia, insatisfação e derrota.


Não tente “tapar o sol com a peneira”, responda a Análise de Ganhos e Perdas com total sinceridade, sem dó nem piedade!!! Só assim você poderá considerar todos os aspectos envolvidos neste problema e tomar sua melhor decisão e não ficar no chutômetro, esperando que tudo dê certo.


E esqueça o "Fazejamento"... Planejamento ainda é a melhor ferramenta que você pode utilizar para evitar problemas.


Sucesso!!!


#AthosBranco #Softecsul #Startup #Empreendedorismo #Gestão #Inovação #Disrupção

3 visualizações